Cattleya walkeriana



Flower colors The petals and sepals are magenta or pink purple. The lip is amethyst-purple and pale yellow at the base.
Number of flower for spike 1 or 2, rarely 3 or more flowers for spike.
Flower size From 8 to 10cm across.
Preferred conditions It is not considered a difficult plant to be cultivated since you provide the best conditions. It needs a well-ventilated environment with bright light, in its habitat, sometimes, it grows exposed to sun light. It likes low humidity so water during the growth period but reduce drastically after that. It should dry out quickly that is why it grows best in simple logs of hard wood. It grows easily in trees. When potted be careful and place some large pebbles in the bottom of the pot to facilitate drainage before cover with compost. The plant resents from humidity and shade. It can be cultivated under intermediate, cool or warmer conditions..
Season of bloom The most part of the plants bloom from April to June (late autumn and early winter in the south hemisphere) such those of the sub-species walkeriana but there are other plants of the sub. princeps that bloom from September to November (Springtime in South hemisphere). Cattleya walkeriana is divided into, at least, three subspecies: walkeriana, bulbosa and princeps.
Origin Endemic to Brazil, it occurs in the states of Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais and São Paulo.
Comments Its scented long last flowers appear from the shoots which grow from the base. It is very close to Cattleya nobilior but its flowers are smaller.

Colorido das flores As pétalas e sépalas são magenta ou púrpura. O labelo é ametista púrpura e sua base é creme.
Número de flores por haste 1, 2 e excepcionalmente 3 flores ou mais por haste.
Tamanho da flor De 8 a 10cm de diâmetro.
Condições requeridas Não é considerada uma espécie muito difícil de cultivar desde que determinadas condições sejam satisfeitas: Precisa de local bem ventilado e com luminosidade elevada, em seu habitat, às vezes vegeta diretamente exposta ao sol. Requer baixa umidade, pode ser bem regada durante o período de crescimento com uma redução drástica durante os meses mais frios. Precisa secar rapidamente por isto vegeta muito bem quando instalada em toco de madeira de casca rugosa, de preferência em madeiras duras, como peroba, canela, com ou sem casca, corticeira. Cultivo fácil em árvores vivas, como dracena, laranjeira, cuitizeira, mulungu. corticeira. Quando colocada em vaso, deixar uma boa camada de drenagem antes de colocar o substrato. Esta planta se ressente do excesso de umidade e sombra. Pode ser cultivada em clima quente, temperado ou frio.
Época da floração A maior parte das plantas florescem de abril até junho como as plantas da sub-espécie walkeriana mas tem outras plantas como as da sub-espécie princeps que floresce de setembro até novembro. A Cattleya walkeriana é dividida em, pelo menos, três sub-espécies: walkeriana, bulbosa e princeps.
Origem Endêmica para o Brasil, occure nos estados de Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais e São Paulo.
Comentários Suas perfumadas flores de longa duração nascem de brotos lançados diretamente da base do pseudobulbos recem formados. Suas flores são muito parecidas com a da Cattleya nobilior mas são menores.