Orquídeas da Russia

Dra. Irina Tatarenko é investigadora científica sênior e se graduou pela Universidade Estadual de Moscou, em 1981.
Recebeu seu PhD, em 1991, por seus estudos sobre as orquídeas do leste de Rússia.
De 1991 a 1994, trabalhou no "Livro Vermelho de Dados da Rússia" (Preceitos da conservação de espécies raras) e desde 1994, tem trabalhado como investigadora sênior na Universidade pedagógica Estadual de Moscou. Publicou mais de 50 documentos e uma monografia sobre a morfologia, demografia e mycorrhiza da orquídea terrestre.
Publicou mais de 50 documentos e uma monografia sobre a morfologia, demografia e mycorrhiza da orquídea terrestre.
Foi convidada participar em 18a. WOC, como palestrante para falar sobre as orquídeas da Europa Oriental e sua conservação.
 


Gymnadenia conopsea nos Montes Urais (norte)

Orchis morio à noroeste do Caúcaso, no extremo sul da Rússia

ON: Dra. Irina Tatarenko, a senhora poderia falar um pouco sobre as condições geográficas, o clima e os habitats de seu país?
IT: Rússia é país bastante grande com uma série de condições climáticas e de habitat desde a tundra (planície) na zona ártica e abaixo do círculo polar ao taiga (floresta boreal russa) como uma grande área com florestas coníferas, existem também as florestas de folhas decíduas (ou caducas), na parte européia de Rússia, os Urais médios, o extemo leste de Rússia e o Cáucaso.

ON: No que diz respeito às orquídeas, onde ocorre a maioria de parte das espécies?
IT: A maioria das espécies de orquídeas cresce em zonas da floresta, em habitats diferentes como os prados, os pântanos e os lodaçais. Elas ocorrem em menor número na vasta área coberta por lodaçais na Sibéria ocidental, nas estepes secas e zonas semi-desertas do sul da Sibéria, no Urais do sul, e ao sul da parte européia de Rússia.

ON: Quantos gêneros e espécies ocorrem na Rússia? Quais são os gêneros mais importantes?
IT: Segundo com Tatarenko (1996), há 136 espécies de 43 gêneros em Rússia. Entretanto, a quantidade de espécie não é tão precisa porque o gênero Dactylorhiza é, taxonomicamente, demasiado complicado para se determinar o número de espécies.

ON: Quais as espécies endêmicas?
IT: Há somente uma espécie endêmica, Liparis sachalinensis, crescendo na Ilha Sakhalin no leste da Russia. Muitas espécies têm o limite de sua distribuição em território russo. Algumas ocorrem através do território (Cypripedium calceolus, Goodyera repens, Epipogium aphyllum, Listera cordata, Neottia nidus-avis etc.). Outras espécies são européias com o limite de distribuição oriental nos Urais, outras são, na maior parte, asiáticas. A diversidade dos gêneros é mais elevada no extremo leste e nas regiões do Cáucaso.

Calipso bulbosa que pode crescer no extremo norte da Rússia mantendo a folha verde sob a neve.

ON: Todas elas são terrestres, não é?
IT: Sim, todas as espécies são terrestres.

ON: Qual é a orquídea mais ameaçada na Rússia?
IT: As orquídeas que ocorrem nas bordas de suas distribuições são as mais ameaçadas: Gymnadenia odoratissima nos Urais, Habenaria radiata no Território Primorye, Chamorchis alpina no extremo norte da Rússia, na Província de Murmansk. As orquídeas das regiões densamente povoadas da província de Moscou, do centro da Rússia Européia e do noroeste do Cáucaso necessitam de proteção.

ON: Que pode ser feito pela conservação?
IT: A Nature Zapovednics e os parques nacionais são a melhor solução para a conservação de espécies raras. O melhoramento do cultivo de orquídeas em vitro também ajudaria muito a sua conservação.

ON: Existe algum tipo de ajuda governamental? Há uma preocupação com a conservação das orquídeas ou da natureza, de um modo geral?
IT: O suporte governamental é dado através de uma lei de proteção às plantas listadas no"Livro Vermelho de Dados da Rússia". Entretanto, esta lei não funciona satisfatoriamente.


ON: Muito obrigada, Irina Tatarenko.


Expressamente proibido qualquer tipo de uso, de qualquer material deste site (texto, fotos, imagens, lay-out e outros), sem a expressa autorização de seus autores.