O Julgamento



Entrevista com Rik Neirynck, coordenador do julgamento

Rik Neirynck Rik Neirynck é um membro bastante participativo da Comunidade Européia de Orquídeas. Ele foi um ativo cooperador na organização da 18a. WOC, especialmente encarregado da organização do julgamento e apresentou um pôster sobre importantes coleções européias. Entre as muitas atividades que ele vem exercendo ao longo de sua vida, ele é membro European Orchid Committee (E.O.C), onde ele representa a 'De Orchideevriend'. Desde 2000, ele membro da diretoria do Conselho Europeu de Orquídeas e desde 2004, é presidente da AFJO, (Associação de Língua Francesa para o Julgamento de Orquideas). Ele participou de diversos julgamentos de orquídeas como convidado e como juiz: Em todas as exposições de E.O.C.C.E. desde 1991, WOC 1993 em Glasgow e WOC 2002 na Malásia.

Ele recebeu a Medalha de Prata por seu site de orquídeas.
 



ON: Rik Neirynck, como coordenador do julgamento em Dijon, poderia nos dizer como tudo foi organizado?
RN: Eu participei de julgamento em diversos congressos europeus de orquídeas e de Congressos Mundiais de Orquídeas (WOC) na Malásia e em Glasglow. Eu acho que o primeiro julgamento que introduzi em meu computador foi a da Malásia. Ele serviu de base. Depois, eu introduz todas as regras que eu consegui juntar e fiz uma comparação entre elas. Desta maneira, nós conseguimos estas listas aproximativas e nós procuramos pessoas competentes, como por exemplo, Joyce Stewart (Presidente do WOC Trustee), Cordelia Head (USA) e John Hermans (Inglatera) que o leram diversas vezes e nos ajudaram muito. Levando em consideração as observações feitas por eles e a partir de discussão que tivemos, nós conseguimos esta versão final do manual de julgamento. Ele foi impresso no final do ano passado e cada expositor e cada juiz recebeu um exemplar no fim do mês de janeiro.

ON: Os juizes estavam divididos em grupos. Como estes grupos foram formados?
RN: Como você pode ver, no ato da inscrição para o Congresso, podia se também registrar como juiz no assunto de sua preferência. Uma terça parte dos juízes informou sua preferência. Nós esperamos até a última segunda-feira quando, baseados nestas informações, nós começamos a formar os grupos levando em consideração a competência dos juízes inscritos e suas preferências. Nós acrescentamos também o grupo de pessoas que não haviam indicado a sua preferência. Certas classes deviam ser julgadas por grupos em conjunto. Na quarta-feira, juízos e secretários foram convidados a visitarem a exposição durante a montagem para se familiarizarem com as partes que lhe cabiam. Na quinta-feira, nós tivemos o café da manhã dos juízes quando eu forneci as últimas importantes informações, como nós determinaríamos o campeão (o melhor) e também o vice-campeão. Um processo muito democrático porque cada um devia votar para o primeiro e o segundo lugar e para os campeões seriam aqueles que ganhariam a maior parte dos votos. Havia 25 grupos, 28 secretários porque alguns grupos tinham dois. O secretário é considerado um membro que não tem direito a voto. Ele acompanha o grupo e toma notas. Havia algumas exceções, 4 secretários possuíam conhecimento suficiente para julgarem. Os critérios de julgamento foram os mundialmente aceitos.

ON: Quanto tempo durou o julgamento?
RN: Nós começamos às 8 horas da manhã e terminados às 1h5' da tarde.






ON: Muito obrigada, Rik Neirynck



O julgamento das plantas, flores, estandes, sites, fotografia e artes plásticas foi feito por mais de 200 juízes vindos do mundo todo. Pela primeira vez, os sites sobre orquídeas foram julgados e nós tivemos o prazer de ver o site BRAZILIAN ORCHIDS receber a Medalha de Ouro e o Troféu Grand Prix como o melhor site amador de orquídeas do mundo.
O comité de julgamento era composto por Joyce Stewart (Presidente da WOC Trust), Donna Craig, Peter R. Furniss e Dr. Henry Oakeley participantes como curadores da WOC-Trust. Além de Gabriel Cayrol (Presidente), Rik Neirynck, Presidente da AFJO, Jean-François Aguillon, Janine Couget, Vinciane Dumont, Philipe Lecoufle (RHS Orchid Committee), Romain Maillard, todos eles juges junto a AFJO (Associação de Língua Francesa para o Julgamento de Orquideas) e Anne-Marie Gabriel e Jean-Marie Leckner as como secretárias e como conselheiros Bruyninckx (Bélgica), Cordelia Head (USA), John Hermans (Reino Unido), Alexander Hirtz (Equador), Harold Koopowitx (USA), Michael Ooi (Malásia), Roland Schettler (Alemanha), Julien Shaw (Reino Unido) e Kiat W. Tan (Singapure). Rik Neirynck foi o coordenador do Manual de Julgamento. A equipe foi composta por pessoas que possuem um bom conhecimento sobre orquídeas e sobre julgamento.



Expressamente proibido qualquer tipo de uso, de qualquer material deste site (texto, fotos, imagens, lay-out e outros), sem a expressa autorização de seus autores.